Grupo São João está engajado na Campanha Setembro Amarelo

Publicado por GSJ em

O Grupo São João aderiu à Campanha Setembro Amarelo, uma ação conjunta de prevenção ao suicídio entre a ABP (Associação Brasileira de Psiquiatria) e o CFM (Conselho Federal de Medicina), realizada durante este mês, em todo o mundo. 

De diversas maneiras, a empresa vai orientar os colaboradores, inclusive aos das filiais de Piedade, Salto de Pirapora, São Miguel Arcanjo e Feira de Santana, Bahia. “O número de casos de suicídio é assustador. Assim, não podemos ficar de fora de iniciativas como esta”, afirma o  gestor em Recursos Humanos do Grupo São João, Rodrigo Fioravanti. “Alguém muito próximo da gente pode estar passando por algum problema e pensando em tirar a própria vida. Por isso, temos de orientar sempre.” 

Rodrigo acrescenta que, conforme dados da OMS (Organização Mundial da Saúde), a depressão pode levar ao suicídio, assim como o transtorno bipolar e o abuso de substâncias. “A depressão já é apontada como o mal do século. Temos de ficar atentos a esta e todas as outras possíveis causas, tanto em nossa casa como em nosso ambiente de trabalho.” 

Ainda segundo a OMS, cerca de um milhão de suicídios são registrados por ano no mundo. No Brasil, a Campanha Setembro Amarelo começou em 2014 e já são 12 mil óbitos por ano. No entanto, o número tende a ser ainda maior devido à subnotificação que ainda é uma realidade. 

A cada 40 segundos uma pessoa morre por suicídio no mundo. No que se refere às tentativas de suicídio, o número é ainda mais assustador: uma pessoa atenta contra a própria vida a cada três segundos. Quase 100% dos casos de óbito por suicídio estão relacionados a transtornos mentais, em sua maioria não diagnosticados, tratados de forma inadequada ou não tratados de maneira alguma. 

Para o coordenador nacional da Campanha Setembro Amarelo, Antônio Geraldo da Silva, prevenir o suicídio é falar corretamente sobre o tratamento dos transtornos psiquiátricos. “Em 2019, trabalhamos com o conceito de que combater o estigma é salvar vidas. Tendo em vista a relação entre o óbito por suicídio e a presença de transtornos psiquiátricos, não podemos ignorar esta informação. O acompanhamento correto da doença mental de base é o primeiro passo para cessar a ideação e o comportamento suicida, que desaparece por completo após o tratamento adequado e multiprofissional”, explica. 

Também presidente da APAL (Associação Psiquiátrica da América Latina), Antônio Geraldo continua: “o suicídio é uma emergência médica e, por isso, precisa de intervenção especializada para que possa ser evitado. O papel da sociedade na Campanha Setembro Amarelo é fundamental para que possamos chegar ao maior número de pessoas possível com ações efetivas de orientação sobre o risco, fatores de proteção e também na emergência do suicídio”.  

O GRUPO SÃO JOÃO

Há 55 anos o Grupo São João presta serviços de transporte coletivo de passageiros e atua em vários municípios que compõem a Região Metropolitana de Sorocaba, realizando o transporte em linhas municipais, intermunicipais, transporte escolar, transporte de pacientes e outros. 

Opera também o transporte coletivo municipal de Feira de Santana, segundo maior município do Estado da Bahia. As empresas que compõem o Grupo São João são certificadas com o ISO 9.001 e o ISO 14.001.

 

Categorias: Geral

0 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *